As primeiras Escravas, todas de nacionalidade espanhola, chegaram a Inglaterra em 1909.

LONDRES:

Upper Belgrave Street: 1909 – 1937

Instalaram a sua primeira casa na rua Upper Belgrave em 1910, com um grupinho constituído por 15 irmãs e 4 noviças. Como nem todas falavam inglês, aprender a língua era a prioridade!
Davam aulas particulares de música e de espanhol, começaram um club para raparigas que trabalhavam e instituíram a Adoração ao Santíssimo Sacramento – estabelecendo o primeiro grupo de adoradoras.
Além disso, acolhiam frequentemente pessoas de Espanha que vinham aprender inglês.

 

Avenue Road / St. Edmunds Terrace, Londres: 1937 – hoje

Em 1937 a comunidade de Londres muda-se para Av. Road, Regents Park.
Foi aberta uma Residência para estudantes estrangeiras, conhecida como “Ancilla Domini”, onde ficavam também as irmãs mais jovens, em formação. Estava situada na esquina da Avenue Road e St. Edmund’s Terrace, no mesmo local onde em 1960 foi construída a Igreja.

Em 1961, fundou-se a nova escola Primária (Saint Christina’s school) que continua a funcionar hoje em dia. LINK
LEAHOE, HERTFORDSHIRE: 1912 – 1933

Em 1912, foi erigido um noviciado em Leahoe, Hertford.
Rapidamente se formou uma escola dominical (catequese) para raparigas jovens, tanto católicas como protestantes.
A pedido das jovens, as irmãs começaram a dar, pelas tardes, aulas de costura e de espanhol e francês, além de frequentes retiros para senhoras e raparigas mais jovens.
Com o passar do tempo o trabalho na quinta revelava-se demasiado pesado para as irmãs, e foi decidido transferir o Noviciado para Englefield Green.

ENGLEFIELD GREEN, KINGSWOOD: 1920 – 1955

A quinta em Englefield, na Diocese de Southwark, foi escolhida como lugar para estabelecer um colégio interno para raparigas, que abriu em 1921.
O Noviciado foi transferido para aqui e Englefield tornou-se casa de formação para irmãs jovens.
Tal como Londres, serviu de alojamento para muitas raparigas estrangeiras que vinham aprender inglês.

HIGHCLIFFE-ON-SEA, HAMPSHIRE: 1955 – 1970

Em 1955, o Convento, o Colégio e o Noviciado foram transferidos para Marydale, em Hampshire.

BOURNEMOUTH:

Boscombe: 1970 – 1980

A pedido do Bispo, em 1970, o colégio Marydale juntou-se com o colégio de Boscombe, junto da igreja dos jesuítas em Boscombe. O Noviciado também se mudou para aí.

Começou então a estreita colaboração das Escravas com a paróquia e o colégio dos jesuítas, que ainda hoje se mantém. LINK
Southbourne: 1980 – 2003

Em 1980, a Escola Secundária juntou-se com o Colégio St. Peter, pertencente à Congregação Salesiana, e a Escola Secundária Moderna Local em Southbourne e o Convento de Boscombe fecharam.
A comunidade mudou-se para uma casa mais pequena em Southbourne.

Boscombe: 2003 – hoje

Em 2003, a comunidade de Southbourne mudou-se de novo para Boscombe, Bournemouth, para mais perto da paróquia dos jesuítas. Continuaram com o trabalho pastoral e formaram a família ACI, que mantém e acrescenta a sua vitalidade (LINK).

BECKENHAM, Kent

Foxgrove Road: 1929 – 1989

Em 1929 abriu-se uma nova comunidade em Beckenham, e no ano seguinte abriu o Colégio, com apenas 12 alunos. À medida que este número crescia, construíram um novo colégio, privado, interno e externato, que abriu em 1936.

Em 1963, construíram o colégio primário gratuito St. Mary’s, com apoio do Estado, nos espaços do convento. A primeira direção constituída por leigos surgiu em1984. O colégio continuou a desenvolver-se e é, hoje, uma casa muito importante para as famílias católicas dessa área. LINK (https://www.st-marys-catholic.bromley.sch.uk/)

Village Way: 1988 – 2016

Em 1987 o internato e a escola secundária encerraram. A comunidade mudou-se para Village Way, perto da igreja paroquial, ficando muito envolvida no trabalho pastoral de duas paróquias.
Depois de um discernimento sobre a sua missão, no processo de planeamento para a nova Província Europa Atlântica, as Escravas decidiram sair de Beckenham em 2016, deixando mais de 80 anos de dedicação e serviço às pessoas desta terra.

ROTHERHAM, Sheffield : 1973 – 1984

Em 1973, fundou-se uma comunidade, em Rotherdam, com irmãs que trabalhavam na pastoral de algumas escolas. Estiveram em Sheffield durante 11 anos.

ESCÓCIA
Glasgow: 1987 – 2000

Em 1987, fundou-se a comunidade de Glasgow. As irmãs viviam em apartamentos e trabalhavam na paróquia e nas escolas da comunidade local. Trabalharam aí durante 13 anos.

Hoje em dia, o trabalho das Escravas em Inglaterra está centrado em Londres e Bournemouth. (Para saber mais sobre estas comunidades veja: quem somos – link)